Veja 4 passos para largar o vício do refrigerante! | SOS Dr
SOS Dr

E-mail ou senha informados está incorreto.

Não é cadastrado? Cadastre-se agora!

E-mail ou senha informados está incorreto.

Já possui cadastro? Acessar conta!

E-mail ou senha informados está incorreto.

Não é cadastrado? Cadastre-se agora!

Titulo Teste

Para realizar o agendamento ligue: 0800 580 9771

Ou agende pelo WhatsApp:

Você possui vício em refrigerante? Diz que sempre vai parar e em alguns dias já está tomando novamente? Saiba que muitas pessoas também estão passando por esse tipo de problema.


A consultoria internacional Euromonitor apontou que os brasileiros estão entre os 10 maiores consumidores de refrigerantes no mundo. Dados sobre a bebida divulgados pelo Ministério da Saúde mostraram que um em cada cinco brasileiros (19%) adultos que vivem nas capitais brasileiras consomem refrigerante ou sucos artificiais todos os dias. Além disso, o refrigerante é o sexto produto alimentício mais consumido por crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos, atrás de arroz, feijão, pão, suco e carnes.


Uma pesquisa realizada pela Opinion Box em janeiro de 2019 mostrou que o consumo de refrigerante no Brasil é alto, sendo que 20% dos entrevistados afirmaram tomar refrigerantes todos os dias. Desses, 9% tomam várias vezes em um mesmo dia. O momento preferido é o almoço, escolhido por 76%.


A pesquisa foi realizada com 2165 internautas de todas as regiões do Brasil pelo Painel de Consumidores do Opinion Box e a margem de erro é de 2,1pp. O intervalo de confiança é de 95%.




Fonte:https://br.freepik.com/fotos/mulher'>Mulher foto criado por cookie_studio - br.freepik.com


Por que bebidas como o refrigerante são tão viciantes?



Isso se deve, principalmente, ao seu alto teor de açúcar. Além disso, algumas dessas bebidas contam com adição de cafeína, o que as tornam ainda mais viciantes.


O consumo exagerado tem diversas consequências negativas para a saúde. O elevado teor de açúcar no organismo pode comprometer o esmalte dos dentes, causando alterações de cor e textura, além de desgastes e erosões. A obesidade e doenças crônicas, como o diabetes, também podem ser originadas por conta do consumo desmedido.




Como largar o refrigerante?




Para quem vivencia qualquer tipo de dependência, largar o vício não é um trabalho simples. É preciso conhecer e entender seus próprios hábitos, ter disciplina, muita força de vontade e determinação.


Por conta disso, separamos quatro dicas para facilitar o processo. Acompanhe!



1. Diminua as doses gradativamente


Quando o corpo está acostumado com algo, seja um hábito ou um alimento, eliminar de uma vez pode ser uma ruptura muito brusca. Sendo assim, vá diminuindo a quantidade aos poucos. Logo você não sentirá mais falta.



2. Risque da lista de compras


Quando você não tem contato com a bebida em casa, fica muito mais fácil controlar a vontade. Afinal, ela não estará no alcance dos seus olhos.



3. Faça substituições


A melhor forma de se livrar de um hábito ruim, é substituí-lo por um hábito bom. Dessa forma, troque o refrigerante por outras opções como sucos naturais, chás gelados, águas gaseificadas e saborizadas. Quando você experimenta outras bebidas e se acostuma com novos sabores, eles passam a se tornar preferência.



4. Tente reduzir o estresse


O estresse está diretamente relacionado com a predisposição ao vício. Isto é, a redução do estresse é uma boa estratégia para conseguir largar o refrigerante, uma vez que, o açúcar costuma servir como “válvula de escape” para muitas pessoas.









Fontes:

https://www.bbc.com/portuguese/geral-47806485

https://blog.opinionbox.com/pesquisa-sobre-refrigerantes/

http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2016/07/um-em-cada-cinco-brasileiros-bebe-refrigerante-todo-dia-diz-pesquisa