SOS Dr

E-mail ou senha informados está incorreto.

Não é cadastrado? Cadastre-se agora!

E-mail ou senha informados está incorreto.

Já possui cadastro? Acessar conta!

E-mail ou senha informados está incorreto.

Não é cadastrado? Cadastre-se agora!

Titulo Teste

Para realizar o agendamento ligue: 0800 580 9771

Ou agende pelo WhatsApp:

Você está em: UNIDADE MARÍLIA

A dor no pé da barriga é uma queixa muito recorrente nos consultórios médicos. É um tipo de dor abdominal que pode estar relacionada a diversas condições de saúde e sinalizar desde o início de uma menstruação até gravidez e doenças mais graves como a endometriose. 


A dor costuma, normalmente ter ligação com os órgãos presentes na região abdominal, como o útero, a bexiga ou o intestino, por exemplo. Além disso, ainda é possível que ela comece num local e fique irradiando para outro. Como existem várias causas para esse desconforto, é muito importante consultar um clínico geral, fazer o diagnóstico correto para que ele oriente o melhor especialista para cada caso.  










Principais causas



Menstruação



É muito como a mulher sentir dores no pé da barriga quando está para menstruar. Em geral, as cólicas costumam ser mais acentuadas e também podem ocorrer nas costas acompanhadas de inchaço abdominal. Essas dores tendem a desaparecer quando a menstruação desce ou quando ela vai embora.


Como tratar: Existem algumas maneiras de diminuir as cólicas menstruais, como o uso de anticoncepcional para regular o ciclo menstrual, e anti-inflamatórios ou analgésicos, como Paracetamol ou Ibuprofeno, para alívio da dor.




Alteração no trânsito intestinal



Diarreia, prisão de ventre ou gases são alterações no trânsito intestinal que podem causar dores na região abdominal. Geralmente, isso ocorre por diversos fatores como intolerâncias alimentares à lactose ou ao glúten, por exemplo, gastroenterites ou viroses, ou após a ingestão aumentada de alguns alimentos que produzem gases, como leite, couve-flor e queijo, por exemplo.


Como tratar: no caso da diarreia, o recomendado é evitar alimentos gordurosos e tomar chás, como o chá preto ou de camomila por exemplo. Já em relação a prisão de ventre e os gases, o indicado é ter uma alimentação rica em fibras e se hidratar bastante, tanto com água, quanto com chás diuréticos. Massagem abdominal abaixo do umbigo, no sentido da direita para a esquerda também pode ajudar.




Má digestão



Além do incomodo que a dor no pé da barriga causa, a má digestão também pode desencadear sintomas como azia, enjoos, vômitos, diarreia ou prisão de ventre.


Como tratar: a alimentação é a principal forma de tratamento, opte por alimentos mais leves como salada, frutas, frango e peixe. Além disso, deve-se comer mais devagar e mastigar bem os alimentos.




Gravidez



Nesse caso, as dores ocorrem logo no início da gravidez e costumam ser confundidas com as dores de cólica pré-menstruais ou até mesmo na fase ovulatória que é bem comum ocorrer essa dor, por isso são confundidas por muitas mulheres como sintomas da TPM.


Como tratar: como é um sintoma bastante característico da gravidez, não há muito o que fazer. Entretanto, algumas ações podem aliviar os sintomas. Procure ingerir líquidos, alimentos de fácil digestão, comer pequenas quantidades e evitar ingerir alimentos ricos em fibras como cereais, frutas com casca ou leguminosas, por exemplo. Se as dores forem mais intensas que o normal, procure um médico.




Endometriose



A endometriose é uma doença em que o endométrio cresce além do normal, podendo migrar até a cavidade abdominal, gerando sangramentos, irregularidades no ciclo menstrual e dores abdominais bem fortes. Esse problema é de difícil diagnóstico e pode causar infertilidade.


Como tratar: há duas formas de tratar a doença. A primeira opção é para mulheres que ainda desejam engravidar. Neste caso, o tratamento é feito através do uso de anticoncepcionais orais, medicamentos hormonais como o Zoladex, por exemplo, por meio da colocação de um dispositivo intra-uterino ou fazendo uma cirurgia em que se removem os focos da endometriose. Já a segunda opção, é realizada uma cirurgia em que se faz uma remoção do tecido endometrial e dos órgãos envolvidos. Sendo assim, caso a mulher escolha essa opção, deve estar ciente que não poderá ter filhos.




Cistos no ovário



O problema é muito comum em mulheres em idade reprodutiva. A dor no pé da barriga causada pelo cisto geralmente se concentra em apenas um lado e vem acompanhada de sintomas como menstruação desregulada, enjoos, vômitos e cansaço excessivo.


Como tratar: o diagnóstico pode ser feito através de exames físicos e de imagem, e o tratamento, dependendo do tamanho do cisto, deve ser cirúrgico.




Infecção urinária



A infecção urinária também causa dores desagradáveis no pé da barriga e costuma ser mais frequente nas mulheres, devido à proximidade do ânus com a uretra. Geralmente vem acompanhada de sintomas como a urgência para urinar, coceira e ardor.


Como tratar: o tratamento é realizado através da medicação, sendo mais adequado o uso de antibióticos, como Ciprofloxacino e Cefalexina, e os analgésicos, como o Pyridium ou o Uristat, por exemplo. O diagnóstico é feito através do exame de urina e os remédios devem ser receitados pelo médico.