Como posso saber se tenho depressao? | SOS Dr
SOS Dr

E-mail ou senha informados está incorreto.

Não é cadastrado? Cadastre-se agora!

E-mail ou senha informados está incorreto.

Já possui cadastro? Acessar conta!

E-mail ou senha informados está incorreto.

Não é cadastrado? Cadastre-se agora!

Titulo Teste

Para realizar o agendamento ligue: 0800 580 9771

Ou agende pelo WhatsApp:

A depressão é uma doença mental grave que pode interferir na vida de uma pessoa. Pode causar sentimentos graves e duradouros de tristeza, desesperança e perda de interesse em atividades anteriormente apreciadas.


Também pode causar sintomas físicos de dor, alterações no apetite e dificuldade para dormir.


Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) descobriram que quase 10% dos adultos com idades entre 40 e 59 anos sofreram de depressão entre 2009 e 2012. No entanto, apesar da prevalência de depressão, nem sempre é fácil identificá-la.


Os sintomas e as causas da depressão podem variar muito de uma pessoa para outra. O gênero também pode influenciar o motivo pelo qual uma pessoa é afetada pela depressão e como ela se sente a respeito.





Causas comuns e fatores de risco


A depressão pode ser causada por vários fatores. Embora nem sempre uma única causa possa ser encontrada, os especialistas reconhecem as seguintes como possíveis causas:


- Genética: Depressão e outros transtornos do humor podem ocorrer em famílias, embora um histórico familiar por si só não signifique que uma pessoa terá depressão.


- Eventos de vida: certas mudanças importantes na vida e eventos estressantes podem desencadear a depressão. Esses eventos incluem divórcio, morte de um ente querido, perda do emprego ou problemas financeiros.


- Alterações hormonais: Depressão e desânimo estão frequentemente associados à menopausa, gravidez e distúrbios pré-menstruais.


- Certas doenças: Ansiedade, dor prolongada, diabetes e doenças cardíacas podem tornar uma pessoa mais propensa a desenvolver depressão. A depressão é um sintoma do transtorno bipolar.


- Abuso de drogas e álcool: em alguns casos, o abuso de drogas e álcool pode causar depressão. Em outras ocasiões, a depressão pode fazer com que uma pessoa comece a usar drogas ou álcool.


- Alguns medicamentos: Certos medicamentos prescritos podem aumentar o risco de desenvolver depressão. Isso inclui alguns medicamentos para hipertensão, esteróides e alguns medicamentos anticâncer.





Como se sente a depressão?


Um dos mal-entendidos comuns sobre a depressão é que é muito parecido com sentir-se triste.


Embora muitas pessoas com depressão se sintam tristes, ficar deprimido é muito mais sério do que sentir emoções que vêm e vão em resposta aos acontecimentos da vida.


Os sintomas de depressão podem durar meses ou anos e podem tornar difícil ou impossível continuar com a vida diária.


Pode perturbar carreiras, relacionamentos e tarefas diárias, como cuidados pessoais e tarefas domésticas.


Os médicos geralmente procuram os sintomas que duraram pelo menos 2 semanas como possíveis sinais de depressão.


A depressão pode ser sentida como:


- Perdendo prazer ou alegria na vida. Uma pessoa com depressão pode não gostar das coisas que costumava fazer e pode sentir que nada pode torná-la feliz.


- Dificuldade de concentração ou foco. Tomar qualquer tipo de decisão, ler ou assistir televisão pode parecer exaustivo quando se sofre de depressão, porque as pessoas não conseguem pensar com clareza ou acompanhar o que está acontecendo.


- Um sentimento de desesperança e de que não há como se sentir melhor. A depressão pode fazer uma pessoa sentir que não há como se sentir bem novamente.


- Ausência de auto-estima. Pessoas com depressão podem achar que não valem nada ou que falham em tudo. Eles podem ficar obcecados por eventos e experiências negativas e ser incapazes de ver qualidades positivas em si mesmos.


- Dificuldade em dormir. Adormecer ou permanecer dormindo durante a noite pode parecer quase impossível para algumas pessoas com depressão. Uma pessoa pode acordar cedo e não conseguir voltar a dormir. Outros podem dormir excessivamente, mas apesar das horas extras de sono, acordam cansados ​​ou com sono.


- Níveis de energia baixos ou nenhum. Algumas pessoas acham que não conseguem sair da cama ou se sentem exaustos o tempo todo, mesmo depois de terem dormido o suficiente. Eles podem sentir que estão cansados ​​demais para fazer tarefas simples do dia a dia.


- A comida pode não parecer apetitosa. Algumas pessoas com depressão sentem que não querem comer nada e têm que se forçar a comer. Isso pode resultar em perda de peso.


- Os alimentos podem ser usados ​​como uma ferramenta de enfrentamento ou alívio. Enquanto algumas pessoas com depressão não querem comer, outras podem comer demais e desejar alimentos não saudáveis ​​ou reconfortantes. Essa combinação pode levar ao ganho de peso.


- Podem ocorrer dores e dores. Algumas pessoas sentem dores de cabeça, náuseas, dores no corpo e outros tipos de dor quando sofrem de depressão.



Muitas pessoas acreditam erroneamente que ficar deprimido é algo que você escolhe ou que precisa ter uma atitude positiva. Amigos e entes queridos muitas vezes ficam frustrados ou não entendem por que uma pessoa não consegue "sair dessa situação". Eles podem até dizer que não há razão para ele estar deprimido.


A depressão é uma verdadeira doença mental. Pessoas com depressão não podem simplesmente decidir parar de se sentir assim. Ao contrário de uma tristeza ou preocupação típica, a depressão é opressora e sem esperança.






Quando ver um medico?


Pessoas com sintomas de depressão devem procurar ajuda médica. A depressão pode piorar sem tratamento e afetar a qualidade de vida de uma pessoa.


Um clínico geral ou profissional de saúde mental discutirá as opções de tratamento para ajudar a pessoa a controlar sua depressão e continuar com sua vida diária.


Em casos graves, a depressão pode levar a pensamentos suicidas ou danos físicos a você mesmo.


Quaisquer pensamentos suicidas ou declarações sobre "não querer viver" devem ser levados a sério. Se uma pessoa está passando por uma crise, ela deve procurar ajuda no pronto-socorro de um hospital.