SOS Dr

E-mail ou senha informados está incorreto.

Não é cadastrado? Cadastre-se agora!

E-mail ou senha informados está incorreto.

Já possui cadastro? Acessar conta!

E-mail ou senha informados está incorreto.

Não é cadastrado? Cadastre-se agora!

Titulo Teste

Para realizar o agendamento ligue: 0800 580 9771

Ou agende pelo WhatsApp:

Se você é mais um desses amantes de café, com certeza deve estar torcendo para que esse questionamento popular seja mito. Não é pra menos, né? A bebida originada do fruto cafeeiro, começou a ser cultivada no Brasil em meados no século XVIII e caiu no gosto popular. O café é tão conhecido no país que até a nossa primeira refeição do dia é chamada de café da manhã, sem contar aquele lanchinho no meio da tarde que demos o nome de café da tarde. É, realmente já deu pra ver que o brasileiro não abre mão de um cafezinho, porém, existem muitas dúvidas sobre a bebida e a sua relação com a gastrite.






Café e a sua relação com a gastrite.





O que causa gastrite?  


Gastrite é a inflamação aguda ou crônica da mucosa que reveste as paredes internas do estômago. Ela pode durar por pouco tempo, na chamada gastrite aguda, ou pode durar meses e até mesmo anos (gastrite crônica). Os sintomas consistem em dor de barriga, sensação de queimação no estômago, enjoo, falta de apetite e perda de peso.


A causa da doença está associada a contaminação pela bactéria Helicobacter pylori, que ao se instalar abaixo da camada de muco do estômago, vai liberando a urease, uma enzima capaz de mudar o pH das áreas próximas. A H. pylori pode contaminar água e alimentos, mas o principal meio de transmissão é de pessoa para pessoa

 


Outras possíveis causas da doença: 


  •  Uso prolongado do ácido acetilsalicílico e de anti-inflamatórios – Fármacos como esses podem fragilizar a mucosa do estômago.
  • Consumo de bebidas alcoólicas e cigarro – Tanto um como o outro, podem irritar e inflamar a mucosa do intestino e do estômago, podendo levar a formação de úlceras gástricas;
  • Gastrite autoimune: a doença ocorre quando o sistema imune produz anticorpos que agridem e destroem as células gástricas do próprio organismo;
  • Estresse – Quando passamos por momentos estressantes com frequência, o estômago pode produzir mais ácido clorídrico e menos muco protetor da mucosa do estômago e isso pode levar a uma irritação e inflamação do estômago;



E o café?

De acordo com especialistas, não há comprovação científica de que café provoque gastrite ou úlcera gástrica, mas é certo que altera a mobilidade do trânsito gastrintestinal. Isso porque, a cafeína presente na bebida acaba se tornando um componente que irrita a região e aumenta a secreção de ácido no estômago. É este excesso de ácido, que não será metabolizado do jeito correto, que provocará todos os sintomas. Mas é claro que isso varia de pessoa para pessoa. 

Sendo assim, a recomendação é que o consumo do café seja evitado quando o estômago estiver vazio, não porque causará gastrite, mas porque pode causar um certo incômodo ao seu estômago. Agora, pessoas que já possuem a doença, essas sim, devem evitar, pois isso pode agravar ainda mais os sintomas.

Vale lembrar, que o café consumido de maneira consciente (entre duas e quatro xícaras por dia) pode trazer muitos benefícios a saúde. São eles: 


  • Estimula o metabolismo; 
  •  Fortalece a memória;
  •  Fortalece o coração;
  • Aumenta a expectativa de vida;
  • Alivia o estresse;
  • Faz bem ao coração;



Você evitava o café com medo de adquirir gastrite? Agora que a SOS Dr esclareceu mais sobre o assunto, você não precisa continuar passando vontade. E aí, já tomou seu cafezinho hoje? Comenta aqui em baixo o que você achou sobre essa postagem.